Comentários,opiniões...críticas e visões!

quarta-feira, julho 19, 2006

Israel vs. Hezbollah - reflexões


O conflito no sul do Líbano começou com o sequestro de soldados Israelitas por parte da organização terrorista, Hezbollah, e representa o eclodir de uma série de conflitos directos e indirectos no médio Oriente.
O Hezbollah representa facções fundamentalistas Xiitas, inspiradas na revolução iraniana de 79. Dado a sua localização propícia, é fortemente financiada pelo Irão e a Síria, sendo assim um veículo de inquietude ao serviço das ambições políticas externas desses dois estados.
Logo, não é de estranhar, que perante uns EUA focados na estabilização do Iraque e um Israel com um governo relativamente recente, o Irão oriente os olhos do mundo para o Líbano, ganhando assim algum desafogo da pressão internacional. Ressalve-se ainda que o país da notória bandeira com a árvore de cedro, encontra-se numa posição frágil, tentando ainda recuperar autonomia política, após a desocupação Síria em 2004.

Que conclusões então se tiram no desenrolar destes conflitos? Há algo de positivo? Dependendo de como a situação se encaminhar, poderá haver esperança...

O Hezbollah como qualquer outra organização terrorista, alimenta-se da exposição violenta dos seus actos, e deste modo não pode haver um fortalecimento político do Líbano, nem um apaziguamento da violência entre a Palestina e Israel, se esse tumor, proliferado pelos raios Ultra violeta da Síria e Irão, não for cirúgicamente retirado. Após o bombardeamento de Israel, será necessário os EUA, com o forte apoio internacional, obrigar o desarmamento intransigente do Hezbollah.
Mas isto será talvez excessivamente optimista, uma vez que nem a nossa União Europeia reconhece o Hezbollah como uma organização terrorista (apesar de alguns dos seus membros estarem numa lista negra?!)...Por isso, o nosso benquisto Javier Solana continuará a apelar pelos briosos diálogos gueterrianos, entre uns que falam Árabe e outros que falam Hebraico...

1 Comments:

Blogger Mister said...

Este é um tema que deve ser bastante discutido pois poderá ter muita influência no mapa geopolítico nos próximos tempos. Logo, é muito bom ouvir a opinião duma pessoa que sabe do que fala.

domingo, julho 23, 2006

 

Enviar um comentário

<< Home