Comentários,opiniões...críticas e visões!

sexta-feira, julho 14, 2006

Wanted...


Nos anos 90 era o Hussein, agora é o Ahmadinejad…

Em 11 de Julho de 2006, o Irão adiou a sua decisão de aceitação ou rejeição do pacote de incentivos oferecidos pela EU e Rússia, que incluia a possibilidade deste criar um reactor nuclear com fins meramente civis…
Logo não era apenas energia para o futuro Sr. Ahmadinejad? Aliás esse argumento faz pouco sentido, pois o senhor tem abundantemente uma certa droga negra, esse líquido oleoso em que todos somos viciados.
Infelizmente, o Sr.Ahmadinejad, um engenheiro e agora presidente conservador no regime teocrático republicano do Irão, subiu ao poder em 2005, dissipando as esperanças remotas da comunidade internacional, que um reformador moderado chegasse ao poder na antiga Pérsia.
Portanto este teórico da história, que nega o holocausto, lidera as aspirações diabólicas de um país liderado por sheiks de ideologia medieval, na sua busca pela destruição absoluta de Israel (vemos agora o braço direito do Irão, o Hezbollah, a perturbar Israel), e pela sua cobiça por armas nucleares…
Com o preço do petróleo em alta (este sobe sempre quando o sr. Ahmadinejad boceja - tique que ele procura não perder), um Iraque turbulento, um Líbano frágil, e uma Síria vingativa, Ahmadinejad e os seus cobaias têm os recursos financeiros e todas as oportunidades possíveis para provocarem instabilidade, propagarem as suas mensagens, surgirem nos telejornais e incentivarem terroristas…
Histórias como estas nunca acabam felizes, e a verdade seja dita, era bom que boicotássemos o petróleo do Irão, mas com o crude a 76 dólares quem se atreve? Eu não porque já pago muito de gasolina!

Cícero Albuquerque

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

O presidente do Irão é sem dúvida um perigo para a humanidade, pois é um populista, que não dá qualquer valor à vida humana e que não olha a meios para atingir os fins. O problema é que este senhor é líder do maior produtor de petróleo do mundo, um país com um forte poder militar e de influência. A importância do Irão é visivel na actual crise em Israel e no Líbano, que poderá ter consequências muito negativas

quarta-feira, julho 19, 2006

 

Enviar um comentário

<< Home